domingo, 9 de junho de 2013

Fazendo a Diferença


 Você sabia que as últimas pesquisas indicam o número absurdo de 2 milhões de animais abandonados apenas na cidade de São Paulo?

Frente a um quadro tão negro para a proteção animal, muitas pessoas adotam atitudes pessimistas no que se refere ao futuro próximo ou se perguntam se alguma ação é válida frente a um problema desse tamanho e com essa complexidade.

Alguns chegam inclusive a me perguntar se o nosso trabalho vale á pena e em momentos difíceis, voluntários ou simpatizantes da causa, podem ter alguma dúvida.

É para todos que em algum momento, já se fizeram essa pergunta, que eu vou contar essa história:


“Era uma vez um escritor que morava em uma praia tranqüila, junto a uma colônia de pescadores. Todas as manhãs ele passeava à beira mar para se inspirar e de tarde ficava em casa escrevendo.

Um dia caminhando pela praia, ele viu um jovem que se inclinava, apanhava algo e atirava a água. Ao se aproximar ainda mais, ele viu que o jovem apanhava estrelas do mar que haviam sido lançadas na praia e, uma de cada vez, iam sendo devolvidas ao mar.

Ele ficou intrigado, aproximou-se do jovem e perguntou:

- Porquê você está fazendo isso?

-Você não vê – disse o jovem – A maré está baixa e o sol brilhando. Elas vão secar ao sol e morrer se ficarem na areia.

- Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praia por esse mundo afora, e centenas de estrelas do mar espalhadas por essas praias. Você joga umas poucas de volta ao oceano, mas a maioria vai morrer de qualquer forma. Vê que não fará diferença alguma?

O jovem sorriu, curvou-se, apanhou outra estrela do mar e, ao arremessá-la de volta á água, disse:

- Fez diferença para aquela.

Naquela noite o escritor não dormiu, nem conseguiu escrever. De manhã foi para a praia, reuniu-se ao jovem, e juntos começaram a jogar estrelas no oceano."

 
(extraído do livro Aikidô das Sabedorias - A visão do Futuro, o Jovem e a Estrela do Mar)

 
Nós do Cão sem Fome não cansamos de jogar estrelas para o mar.

Junte-se a nós!

 


Glaucia Lombardi
Coordenadora do CSF

Um comentário:

  1. Sensacional!!!!Pena que muitos ainda preferem reclamar ao lançar as estrelas de volta ao mar....

    ResponderExcluir

Comente!