terça-feira, 5 de agosto de 2014

Voluntários de Adoção! Você sabe como trabalham?

Estamos no Mês do Voluntário e hoje vamos falar sobre um tipo de voluntário muito importante para nós, que é aquele  que trabalha em nossos Eventos de Adoção.
Para trabalhar em um Evento de Adoção é imprescindível responsabilidade, pontualidade e comprometimento. Se você se comprometer, saiba que estaremos contando com você e se você faltar, todo o evento será prejudicado.
O voluntário de Adoção tem que gostar de cães e saber lidar com eles. Durante o evento leva os cães para passearem na redondeza, para que não fiquem só nas gaiolinhas ou nos cercadinhos, o que seria muito estressante. Também tem que dar água, comida e recolher as sujeiras que os peludos fazem, buscando manter o ambiente limpo e agradável para todos. Se está frio agasalhá-los, e limpá-los se estiverem sujinhos. Enfim, cuidar dos peludos!





Em alguns locais podemos dar banho nos animais, então se você tem conhecimentos de tosa e banho também pode ajudar.
É importante também saber dar informações sobre os cães para interessados e atender bem as pessoas.
Os peludos do Cão Sem Fome são animais dóceis, mas muito assustados, pois além de serem vítimas de maus tratos e abandono, hoje vivem nos Quintais na companhia de muitos outros cães e só são cuidados pelas Protetoras, ou seja: eles não têm contato com gente!
Muitos têm medo de rua, porque passaram maus bocados vagando com fome e frio antes de encontrarem os Protetores. Outros têm medo de pessoas, porque não conhecem colo, afago, beijinhos e carinho, afinal um protetor que cuida sozinho de 70 ou mais animais e ainda trabalha para sobreviver, não tem muito tempo de ficar com os animais no colo.
Então um dos papéis mais importantes do Voluntário de Adoção é dar carinho.
Pegar o animal no colo, brincar com ele, dar afeto e atenção é muito importante para prepará-lo para uma adoção.
Animais que sabem interagir com as pessoas, pulam em cima, pedem colo, abanam rabo e acabam sendo adotados mais rapidamente. Animais tímidos, medrosos, desconfiados tem menos chances, acabam passando por chatos, sem graça ou até avaliados como “doentes ou problemáticos”, sendo que eles só estão com medo e desconfiados - compreensível, né?
A única chance desses animais mudarem esse comportamento arredio é dar a eles experiências boas, para que estejam mais preparados para uma nova vida. Durante o Evento de Adoção, os voluntários estão ajudando nesse processo, pois é o único dia que eles têm atenção total, carinho e cuidados, por isso esse trabalho é tão importante.






Se você é responsável, tem disponibilidade aos sábados, sabe lidar com animais e quer ser um Voluntário de Adoção entre em contato com caosemfome@gmail.com

Junte-se a nós!

Equipe CSF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!